Ago
24

O município de Cotia apresenta uma grande demanda de pacientes que necessitam realizar fototerapia. O procedimento é uma das terapias indicadas para a psoríase, uma doença de pele que não tem cura, mas tem tratamento.

Psoríase é uma doença inflamatória da pele, crônica, não contagiosa, multigênica (vários genes envolvidos), com incidência genética em cerca de 30% dos casos. Caracteriza-se por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas, que aparecem, em geral, no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Surge principalmente antes dos 30 e após os 50 anos, mas em 15% dos casos pode aparecer ainda na infância.

A fototerapia é a emissão artificial e indolor de radiação ultravioleta (UVA e UVB), fornecida através de aparelhos especiais sob a forma de cabine com lâmpadas fluorescentes. O paciente permanece na cabine por poucos minutos com a pele doente exposta e a pele sadia protegida por roupas especiais ou filtros solares.  As sessões são semanais e o tempo de tratamento depende do grau de melhora das lesões.

A falta desse equipamento nos hospitais de Cotia é muito preocupante. Os pacientes que têm a doença são obrigados a se deslocar para a Capital em busca do tratamento, o que gera custos elevados especialmente para as pessoas mais necessitadas e que dependem do serviço público de saúde.

Para atender esta importante demanda, solicitei através da indicação nº 677/2016 a liberação de recursos para a aquisição de um aparelho de fototerapia para o município e vamos trabalhar neste sentido.

Sobre Jorge Wilson
Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pelo FIG-UNIMESP, especializado em direito do consumidor e graduado em Jornalismo pela UnG. Há mais de 25 anos, o Deputado Estadual Jorge Wilson - Xerife do Consumidor, oferece à população orientação jurídica gratuita focada na defesa dos direitos dos consumidores, entre outras demandas.